• Sem categoria

Justiça do Rio ordena que Netflix feche filme com ‘Jesus gay’

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ – RJ) decidiu que o produtor Porta dos Fundo e a plataforma de streaming Netflix terão que retirar o filme “Porta de Fundo Especial de Natal: A Primeira Tentação de Cristo”.
O filme provocou polêmica no final de 2019, retratando Jesus e outros personagens bíblicos desrespeitosamente. No roteiro, por exemplo, Maria é adúltera e Jesus volta dos dias de tentação no deserto com um “namorado”, que mais tarde se revela como Lúcifer.
Além de uma petição com mais de 2,3 milhões de assinaturas exigindo a retirada do filme, a Associação do Centro de Fé e Cultura Dom Bosco entrou com uma ação, exigindo também a retirada do filme. Na primeira instância, a solicitação foi negada.
Agora, a corte do Rio está ordenando que o filme seja retirado. Como dito por o juiz Benedito Abicair da 6ª Câmara Civil, a decisão de conceder uma liminar para remover o filme é justificada pelo fato de o Brasil ser uma maioria cristã.
“Por tudo isso, parece-me, portanto, mais apropriado e benéfico, não apenas para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, principalmente cristã, até que o mérito do recurso seja julgado, recorrendo à cautela, para se acalmar, Eu concedo a liminar na forma exigida “, disse ele em parte de sua conclusão.
O juiz também criticou a maneira como os comediantes de backdoor se posicionaram contra as repercussões negativas do “Especial de Natal”. Como dito por Abicair, eles agiram com “agressividade e zombaria”.
“Também enfatizo que o primeiro Agravado não foi centrado e medido ao se manifestar, nas redes sociais, como transcrito nos motivos do Agravante, porque, na minha opinião, eles poderiam justificar seu ‘trabalho’ por meio de dados técnicos e não agir com mais contenção. talvez permita um debate de alto nível sem ferir acidentalmente as suscetibilidades “, disse ele, acrescentando que” toda ação provoca uma reação “aludindo ao ataque à sede da empresa no Rio de Janeiro.
Veja também

Veja mais em Guia-me – Mundo Cristão

Comentários

comentários

Você pode gostar...