• Sem categoria

Márcio Valadão diz que a igreja deve ficar em favor de Israel

A comunidade internacional Brasil

Seu idealizador, Pastor Jane Silva, lembra que a entrada é gratuita, mas é necessário fazer inscrições por serem espaços limitados. Saiba mais em www.eventim.com.br/Israel70anos

consulte Mais informação

    O Pastor Mário Valadão, líder da Lagoinha, em entrevista ao Evangelho Prime, explica que é muito importante que a igreja esteja em favor de Israel.

    Ferramentas de Tópicos

    “Israel é a Oliveira onde fomos enxertados, de acordo com o apóstolo Paulo escreveu na carta aos Romanos (11: 17-24). Nós nunca teríamos a Nova Aliança sem a Primeira Aliança feita por Deus para Israel. A nação de Israel foi preparada por Deus para nascer o Salvador dos homens, Jesus de Nazaré, destaca-se.

    Valadão também diz que depois da vinda de Jesus, “somos um, porque o muro da separação foi quebrado por Cristo” (Ef 2: 12-14) e Deus nos concedeu a bênção de Abraão. Este é o Espírito Santo que habita em a fé em nós Gentios salvos pelo sacrifício do Senhor na cruz (Gl 3:14). Portanto, não teríamos Cristo sem Israel e as promessas de Deus, tanto para Israel quanto para a igreja, são cristãos e eternas.

    Ele também explica que a teologia da substituição, que surgiu na Idade Média, que afirma que Deus havia abandonado Israel e agora só estaria lidando com a Igreja da Palavra de Deus. “

    Relações entre o Brasil e Israel

    Questionado sobre a relação do Brasil com Israel após tantos votos opostos da ONU / UNESCO, desde o início dos governos do PT, Valdà £ o lamenta. “O mundo odeia Israel por causa do Deus de Israel. O mundo odeia Jesus e os verdadeiros cristãos por causa de sua fé neste Deus Todo-Poderoso.”

    É claro para ele que “podemos ver o espírito do Anticristo na ONU / UNESCO e ideologia marxista (com propostas terríveis e contrárias às Escrituras) já agindo nesta geração, intensamente, em uma tentativa de frenesi de aniquilar Israel e os Fé cristã, mas isso não deve nos derrubar. “Rezamos por um Brasil que reconheça Israel e a bênção e como nação, porque somos um país cristão”, diz ele.

    Data de profecia

    Márcio Valadão nasceu em 1948, no mesmo ano em que Israel voltou a ser contado entre as nações. Sua compreensão é que é uma data profética.

    “Neste ano de 2018, já assistimos a eventos marcantes que ocorreram profeticamente. Por exemplo, testemunhamos o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel pelos Estados Unidos e alguns outros países. Nós vemos o movimento das trevas e o movimento dos céus com o foco no Oriente Médio “, ele aponta.

    “Nós testemunhamos um movimento de povos, como refugiados, de nações islâmicas para o meio dos cristãos e temos notícias de milagres e convariações em massa de pessoas para Cristo. Este ano tem sido um marco na história e no cumprimento das profecias bíblicas: é de fato um tempo especial e profético, fazendo-nos olhar para cima e ver que nossa redenção está próxima (Lc 21,28), comemorar.

    Evento na Lagoinha

    Falando sobre o evento que Lagoinha receberá, ele destaca: “nossa expectativa é que neste ano profético celebrando o 70º aniversário da independência do Estado de Israel, todos tenham a oportunidade de olhar para este povo, e reconhecer a veracidade da Bíblia Sagrada, o movimento cuidadoso de Deus na história dos homens, e para sermos todos confrontados com a esperança que nos aguarda com a vinda de Jesus cada vez mais perto de nós. Olhar para Israel hoje é contemplar a vinda de Jesus para nos arrebatar e então vem aqui para reinar.

    Parceria com o Brasil

    Valadão acredita que a parceria com o ministério liderado por Jane Silva é valiosa. “É muito importante que haja um esforço cristão para promover a compreensão da verdade ao redor do mundo ao nosso redor”, enfatiza. “O Brasil

    Para ele, “os cristãos brasileiros devem reconhecer o propósito divino de nossa nação, sendo parceiros de solidariedade e paz, caminhando ao lado de Israel, reconhecendo o amor e a soberania de Deus na história”.

    Veja mais em Gospel Prime – Mundo Cristão

    Comentários

    comentários

    Você pode gostar...