• Sem categoria

Estudantes cristãos recebem regras rígidas do governo chinês

Na China, onde prevalece a opressão comunista, professores e estudantes não podem falar sobre sua fé em lugares onde são controlados pelo governo. Autoridades recentemente fecharam um local de encontro para estudantes de uma escola no distrito de Zhoucun, na cidade de Zibo.

Os estudantes do Haidu College em Shandong também foram alertados para deixar de participar de reuniões cristãs, segundo informações do Bitter Winter, um site de notícias sobre liberdade religiosa e direitos humanos.

consulte Mais informação

    Em outubro, estudantes do ensino médio de duas escolas da província de Zhejiang foram obrigados a preencher um formulário negando sua fé.

    Instruções rigorosas

    O site também informou que autoridades municipais de uma cidade na província de Hebei, no norte da China, foram instruídas sobre como lidar com estudantes e professores que expressam suas crenças religiosas. Se eles são estrangeiros, eles não têm o direito de pregar ou promover a religião.

    Além disso, os estudantes locais são proibidos de falar com outras pessoas sobre sua religião ou incluí-los em atividades religiosas. Na província de Shandong, leste da China, os estudantes foram instruídos pelas autoridades escolares a renunciarem à sua fé.

    Uma aluna contou ao relato do site, que se ela mantivesse sua fé cristã, não receberia diploma. Outra estudante de uma universidade de medicina disse que foi questionada e pressionada a desistir de sua fé. Além disso, ela foi informada de que poderia ser chamada para ter uma “conversa sobre ideologia” em breve.

    Veja mais em Gospel Prime – Mundo Cristão

    Comentários

    comentários

    Você pode gostar...