• Sem categoria

Justiña uma tira do blog aéreo que ironizou a Universal

A Igreja Universal do Reino de Deus pôde, no Tribunal de Justiça de São Paulo, expedir uma liminar para remover um local que ridicularizava a Igreja. Foi hospedado na plataforma Blogspot, que pertence ao Google.

No entendimento do juiz Teixeira Leite, o uso da marca de uma instituição prejudica o direito de propriedade. O site em questão aigrejauniversal.blogspot.com.br utilizou imagens da igreja para criticá-lo.

O conteúdo da página era basicamente de textos religiosos, com críticas e denúncias sobre o Universal. Como a IURD é a proprietária da marca, Teixeira Leite, acredita que o nome do site viola os direitos previstos na Lei da Propriedade Industrial.

Como dito por o magistrado: “O perigo de danos está presente na medida em que a manutenção do blog na plataforma Blogspot (ou Blogger), oferecido pelo agravado, associado à marca de agravante, pode resultar em danos à sua imagem de agravante”. Há também uma possibilidade óbvia de confusão ou erro para aqueles que desejam acessar a página eletrônica agravante e, na busca, encontrar o endereço do blog mantido na plataforma agravada.

Este é um bloco temporário. Se a Igreja Universal perde a ação quando os méritos são julgados, o blog pode ser acessado novamente. No entanto, um precedente é definido para outras páginas que atacam a IURD. Com informações da Conjur

A

Veja mais em Gospel Prime – Brasil

Comentários

comentários

Você pode gostar...