• Sem categoria

“Luz no escuro”: modelo cristã não negocia seus princípios e evangeliza o mundo da moda

Christian Hashmareen Griffin migrou para os Estados Unidos ainda criança em 1983. Sua família teve que fugir de sua cidade natal, Sri Lanka, quando o grupo terrorista Tigres Tamil começou uma sangrenta guerra civil.
Embora o choque cultural tenha sido grande em seu novo lar na América, Hashmareen e sua família foram bem-vindos na American Assembly of God, a igreja-mãe da missão pentecostal no Sri Lanka, onde encontraram Jesus.
Griffin logo se adaptou à escola nos Estados Unidos e se destacou em vários esportes como atletismo, vôlei e tênis. Aos 14 anos, quando ela estava passeando no shopping com sua mãe Dagma, a adolescente de 1m80 de altura, ela chamou a atenção de um agente de modelos de Nova York.
A Hashmareen fechou contrato com a agência e logo se tornou modelo internacional, modelando e modelando para as maiores marcas de moda do mundo, como Donna Karan, Oscar de la Renta e Valentino. A jovem também foi capa de revistas de moda e comerciais de TV.
Como parte da poderosa indústria da moda, Hashmareen decidiu que não comprometeria sua fé e princípios cristãos. Ela concordou com seus agentes que faria apenas sessões de fotos modestas; excluindo o trabalho com lingerie ou roupa de banho, e evitaria comerciais de bebidas alcoólicas ou cigarros.
Hashmareen Griffin testemunhou sua fé no mundo da moda. (Foto: Reprodução / Facebook).
Como seus companheiros de pista se envolveram com homens mais velhos, que forneciam álcool e drogas, ela jurou manter sua pureza sexual até o casamento. Aos 17 anos, a modelo cristã já dava testemunho de sua fé e ficou conhecida como a jovem que não se interessa por modelar com roupas ousadas.
Hashmareen aproveitou a oportunidade para compartilhar o Evangelho com todas as pessoas que ela conhecia em seu trabalho: maquiadores, cabeleireiros, designers, jornalistas, outras modelos. Vários deles receberam Jesus graças ao jovem evangelista.
“Cada indústria precisa de cristãos que compartilhem a Palavra de Deus, que vão por todo o mundo e fazem discípulos,” Griffin disse ao Assemblies of God News.
Referência para mulheres cristãs
Aos 25 anos, a modelo conheceu seu marido Allen durante um evento em sua igreja. Em 1998 eles se casaram e formaram uma família. Aos 30 anos, Hashmareen se aposentou de sua carreira de modelo quando nasceu seu primeiro filho, Israel, agora com 18 anos.
Hoje, ela e seu marido servem como evangelistas na megaigreja Calvary Ormond Beach, na Flórida. O casal também fundou a ONG Excellerate, que atende adolescentes não adotados no sistema de acolhimento familiar e os prepara para a entrada na vida adulta.
“Ensinamos moças e rapazes que nossa imagem e nosso verdadeiro propósito na vida estão em Deus. Deus nos vê de maneira diferente de como nos vemos “, relata Hashmareen.
Para Katlyn Bryan, apresentadora do programa de TV cristão “The Christian View”, ela é um exemplo inspirador de uma mulher cristã piedosa. “Eu amo que Hashmareen é tão real e tão forte em sua caminhada cristã. Ela realmente é uma luz no escuro e se sente confortável em grupos diferentes “, elogiou.
Bryan também afirmou: “As mulheres precisam ter uma referência de quem é firme em sua fé, de quem tem um ótimo casamento e uma ótima carreira”.
Hashmareen, seu marido Allen e seus filhos. (Foto: Reprodução / Facebook).
Veja também

Veja mais em Guia-me – Mundo Cristão

Comentários

comentários

Você pode gostar...