• Sem categoria

Mulher sofre parada cardíaca por 27 minutos e vê Jesus: “Ele é real”

Uma mulher nos EUA sofreu uma parada cardíaca de 27 minutos, o que poderia ter causado sua morte ou grave dano cerebral, mas em vez disso, ela teve uma visão de Jesus durante o tempo em que estava morta e acordou viva para testemunhar o que você havia experimentado .
Em 12 de fevereiro de 2018, Christian Tina Hines, 33, se preparava em sua garagem para dar um passeio com o marido pela trilha Ridgeline, no Arizona (EUA). “Era um dia normal e eu não estava sentindo nenhum estresse ou ansiedade”, lembra Tina.
De repente, ela desmaiou na garagem e parou de respirar: “Não senti muita dor. Não houve nenhum aviso. Fiquei de joelhos, com a sensação de que ia desmaiar, e desmaiei completamente “, diz Hines.
Seu marido, Brian, ligou para o 911 e os paramédicos chegaram em seguida. Eles tentaram reanimá-la com um desfibrilador cinco vezes no caminho para o hospital, mas Tina não respondeu.
Quando ela chegou ao hospital, os médicos consideraram-na morta. Na sala de emergência, eles usaram o desfibrilador pela sexta vez e finalmente Tina reagiu e recuperou o batimento cardíaco, mas seu cérebro ficou sem oxigênio por 27 minutos.
Encontro com quem é a vida
Foi durante esses 27 minutos que Tina Hines relata ter visto Jesus. “Ele não disse nada para mim. Ele estava lá em uma túnica branca com os braços estendidos. Havia um brilho amarelo brilhante como o sol, emanando dele. Foi quase deslumbrante “, testemunhou Hines. Ela também disse que sentiu “um calor e uma paz incríveis”.
Quando o coração de Tina voltou a bater, ela foi entubada: “Quando me acordaram depois do sexto choque, tentei puxar o tubo e contar o que aconteceu. Eu abri meus olhos e vi o quarto do hospital e só queria contar a eles naquele momento que vi Jesus. Eles me viram pegando meu tubo, então amarraram meus braços. Eles ficaram surpresos de uma boa maneira, esperando que pudesse haver atividade cerebral “, diz ela.
Em seguida, Tina foi levada para a UTI e a médica foi conversar com o marido Brian e a família na sala de espera, que já estava lotada com mais de 100 pessoas, amigos e irmãos em Cristo. “A esposa dele está viva e respirando, mas ela está muito doente”, disse o médico.
“Jesus é real”
Hines foi colocado em um ventilador mecânico e em coma induzido. Então, família e amigos começaram a orar por ela 24 horas por dia. Na tarde seguinte, os médicos decidiram suspender a medicação para que Tina acordasse.
“Enquanto era acordado, tentei puxar o tubo novamente, mas eles amarraram meus braços de novo”, lembra Hines.
Nesse momento, toda a sua família estava na sala com ela e ficaram maravilhados com os sinais cognitivos que Tina já dava, ao tentar fazer sinais com as mãos para se comunicar com eles. “Em minha mente e espírito, eu tinha uma paz inacreditável. Queria contar às pessoas que vi Jesus face a face, como o vi e o que experimentei. Eu nem liguei porque estava no hospital. Tive que contar a eles sobre ver Jesus “, disse ela.
Então, Tina sinalizou que queria escrever algo. “Eu sabia que não conseguia falar. Eu podia ouvi-los me alertando para não puxar o tubo. Eles estavam dizendo que iriam lançá-lo em breve “, disse ela. Seu filho Jacob tirou uma caneta e um caderno da mochila e deu para sua mãe. Ela tentou escrever uma frase, mas só conseguiu escrever “é real” junto com o desenho de uma cruz.
Seu marido Brian perguntou: “O que é real?” E a Tina apontou para o céu e tentou fazer a letra “J” com os dedos. A família entendeu e todos se emocionaram e começaram a chorar. Assim que Tina foi desintubada, ela exclamou: “Oh meu Deus! Você entende o que aconteceu? Eu vi Jesus cara a cara! Era uma luz forte e seus braços estavam estendidos na minha direção. Foi a experiência mais tranquila e incrível que já tive na minha vida “.
Todos ficaram chocados e comemoraram a rápida recuperação de Tina. A nora, que é fonoaudióloga, disse: “Não creio que ela consiga falar agora”. Todos concluíram que sua recuperação, sem sequelas, foi milagrosa.
Tina Hines compartilhou a experiência sobrenatural com todos no hospital, enfermeiras, médicos e outros pacientes. “Eu vi Jesus! Eu vi Jesus! “, Ela dizia toda vez que alguém entrava em seu quarto. Em 16 de fevereiro, ela recebeu alta.
Seis meses após o acidente cardíaco, Tina foi à casa de uma amiga em Washington e eles perguntaram se ela já tinha visto a pintura de Jesus da jovem artista Akiane, pintada quando ela tinha apenas oito anos.
Tina nunca tinha visto a pintura e não conhecia a artista. Quando suas amigas mostraram a imagem da pintura em um livro, ela exclamou espantada: “Este é ele! Este é quem eu vi. Este é aquele que estava me confortando, com a luz amarela brilhante atrás dele. Isso é o que eu vi o homem. o rosto “.
Hoje, Tina Hines compartilha seu testemunho com outras pessoas e sua esperança por Jesus e por passar a eternidade com ele no céu.
Veja também

Veja mais em Guia-me – Mundo Cristão

Comentários

comentários

Você pode gostar...