• Sem categoria

Pare de querer a comida dos porcos, porque o pai vai …

Relatório do Filho Pródigo

Ele disse então: “Um certo homem teve dois filhos. E o mais novo deles disse a seu pai, Pai, dá-me a porção dos bens que cabiam a mim. Então dividiu seus meios de vida entre eles. Mais tarde, não muitos Dias depois, o filho mais novo juntou todas as coisas e viajou para um país distante, e lá ele perdeu suas posses por levar uma vida de pobreza.Quando ele passou tudo, houve uma fome severa em todo o país, e ele começou a Ele até foi e se juntou a um dos cidadãos daquele país, e este o enviou para seus campos para pastar porcos. E ele costumava se entregar aos gafanhotos que os porcos comiam, e ninguém lhe dava [ nada].

“Quando ele caiu em si mesmo, ele disse:” Quantos servos do meu pai têm abundância de pão, enquanto eu morro aqui com fome! Levantar-me-ei, irei ter com meu pai e dir-lhe-ei: “Pai, pequei contra o céu e contra ti. Já não sou digno de ser chamado teu filho. Faze-me um dos teus servos” Ele levantou-se e foi o pai dele. Enquanto ele ainda estava longe, seu pai o viu e sentiu pena dele, correu e se jogou em seu pescoço e beijou-o ternamente. O filho lhe disse: “Pai, pequei contra o céu e contra você”. Eu não sou mais digno de ser chamado seu filho. Faça-me um dos seus servos. “Mas o pai disse aos seus escravos:” Mais leve! Traga um robe comprido, o melhor, use-o com ela e coloque um anel na mão e sandálias nos pés. E traze o novilho e o massacra, e comamos e nos regozijemos; porque este meu filho estava morto e reviveu; foi perdido, mas foi encontrado. “E eles começaram a se doar.

Lucas 15: 11-24 “Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas.

Meus queridos

Quantos de nós não agiram como o filho pródigo? Quantos estão voltando para a casa de seus pais hoje, arrependidos de seus pecados? Quantos hoje não estão falando ao Pai: “Pai, pequei contra o céu e contra ti. Já não sou digno de ser chamado teu filho. Faze-me um dos teus servos.”
Esta é uma das histórias da Bíblia que mais me entusiasma, é impossível não chorar toda vez que leio essa história. Esta é também uma das parábolas mais simples e mais sábias contadas por Cristo. De uma maneira simples, ela conta a história de um homem que achava que o “mundo” tinha algo a oferecer a ele. Mas então ele viu que sem Deus, que longe do Pai, não havia misericórdia, pois nem mesmo a comida dos porcos as pessoas permitiam que ele comesse.
Às vezes saímos para o mundo, voltamos as costas para as pessoas que mais amamos, para as pessoas que mais nos amam, voltamos as costas para o pai e a mãe e voltamos as costas para Jeová, nosso Pai amoroso. Satanás mostra um mundo de glamour, de pessoas “maravilhosas”, de banquetes, bebidas, imundícia da carne, e tudo parece ser agradável. Mas o tempo passa e Satanás se alegra de ter “conquistado” essa alma, ele começa a mostrar-lhe o lado negro do “mundo”, começa a te mostrar como você está sujo, leva você embora, começa a sentir fome e sede, e esta fome e sede nem sempre são de pão e água, mas a sede pode ser de amor, de respeito, de espírito. Você é pisado, implora por migalhas, você acabou, suas roupas ficam sujas (estas podem ser roupas físicas, mas elas também podem ser suas vestes espirituais).
Dentro de tantas tribulações, você se sente apoiado, carregado. Você sabe por quê? Porque Deus te sustenta e porque não somente você sofre com suas escolhas, mas Deus fica triste ao ver seu filho sofrer e afundar cada vez mais, como se ele tivesse caído em uma panela de barro e tentado sair, sufocante porque toda vez que você tenta para sair, as terras caem no seu rosto e mais e mais o poço afunda e você fica sujo cada vez mais. Deus sustenta você porque Ele ama você, e também porque seu pai e / ou sua mãe carnal oram por você e pedem a Deus pelo retorno do filho.
Mesmo aqui a mão de Deus me sustentou, pois esperei por ele.
Pense nisso e tenha uma vida bela e abençoada.

Veja mais em Gospel+ – Jovens

Comentários

comentários

Você pode gostar...