• Sem categoria

Pastor vê filho que morreu no parto ressuscita depois de orações: “Eu conheço o poder de Deus”

Um casal cristão no Texas não deixou que o medo os interrompesse depois que os médicos disseram que seu quinto filho não estava respirando depois de nascer. O parto foi uma cesárea de emergência em agosto deste ano.
“Ele foi entregue sem batimentos cardíacos, sem pulso, e ele não estava respirando”, disse o padre Jacob Sheriff à CBN News durante uma entrevista por telefone. “Ele perdeu oxigênio de seu corpo e todos os seus órgãos foram desligados em algum momento durante o parto, e os médicos o ressuscitaram na sala de parto, e ele morreu durante o processo de entrega”, disse ele.
Parecia que o pequeno Urias, que significa “luz de Deus”, não sobreviveria. Mas em vez de desistir, sua mãe Hannah orou. “Eu realmente não podia fazer nada exceto confiar em Deus e orar”, disse a mão de Uriah, Hannah Sheriff.
Os médicos e enfermeiros da sala de parto do hospital decidiram que não poderiam desistir de Uriah também. Eles repetidamente tentaram ressuscitar o bebê e seus sinais de vida voltaram cerca de 20 minutos depois.
O pai do menino, Jacob, é pastor da Victory Life Church. “Eu vi os cegos verem, eu conheço o poder de Deus”, disse ele à CBN News.
Medo
Jacob diz que o medo foi o maior obstáculo no momento em que ele viu a equipe médica trabalhando em seu filho recém-nascido. “Logo começamos a orar a Deus, porque é a Palavra de Deus que muda as coisas”, disse ele.
Jacob disse à CBN News que a equipe médica deveria ter parado de tentar ressuscitar o bebê após seis a dez minutos, o que era o protocolo do hospital. Recentemente, o casal conseguiu conversar com uma das enfermeiras na sala de parto e perguntou: “Por que você continuou?”
Ela lhes disse: “Havia algo na sala que nos mantinha tentando e não desistindo”. Uriah foi então levado de helicóptero para um hospital no Texas, onde passou os 20 dias seguintes na unidade de terapia intensiva do recém-nascido.
Médicos do hospital disseram a Jacob que os sinais não pareciam bons para o menino. A maioria das crianças que sofreram o trauma sofrido por Uriah pode ter paralisia cerebral ou epilepsia. Além disso, alguns experimentariam convulsões pelo resto de suas vidas. Era possível que o menino nunca falasse, nunca andasse, nunca fosse capaz de se alimentar sozinho.
“Minha esposa e eu somos pessoas de fé. Temos muitas pessoas rezando por ele e acho que meu filho nos surpreenderá”, Jacob lembrou aos médicos.
No dia seguinte, Jacob decidiu que ele e sua esposa não deixariam o medo vencer. Eles sabiam que Deus estava no poder e eles veriam o milagre. Ele pediu a sua congregação para orar, mas o que o pastor não percebeu foi a rapidez com que a história de Urias se espalhou pelo mundo, com milhares de pessoas assistindo as últimas notícias e orando por seu filho. “Nós pensamos que éramos apenas algumas pessoas, mas acabou por ser vários templos, amigos de amigos, e os cristãos de todo o mundo oraram pelo nosso filho”, disse Jacob.
Veja também

Veja mais em Guia-me – Mundo Cristão

Comentários

comentários

Você pode gostar...